Engajamento com o cliente

3 passos para modernizar seus sistemas de documentos de seguros

Algumas industrias se ofuscam com a ruptura tecnológica, desta forma, cabe a indústria de seguros, ficar um passo à frente. Isso significa que a construção de novas soluções permite um “Time to Market” mais rápido, um melhor engajamento com os clientes e uma experiência mais pessoal.

Se você perguntar a executivos de seguros sobre o estado da indústria hoje, rapidamente a palavra "modernização" vem à tona. Muitos de seus sistemas antigos, ainda podem prever as necessidades dos usuários - embora as mais recentes e mais eficientes tecnologias já estejam disponíveis. Mas várias tentativas de migrar de sistemas antigos acabam se mostrando caras e complexas.

O One Gartner survey constatou que menos da metade (42%) desses projetos cumprem o orçamento original e 82% levam mais tempo do que o esperado.

Isso fez com que muitas companhias de seguros ficassem à margem, mas a maioria dos executivos de seguros sabe que não é uma opção. De acordo com a PricewaterhouseCoopers, quase três quartos (64%) acreditam que a incapacidade de se adaptar às mudanças tecnológicas no mercado é uma ameaça ao crescimento.

Então, como podem as companhias de seguros migrar e modernizar um sistema antigo de composição de documentos sem aumentar o risco ou quebra do banco? Aqui estão três passos que podem ajudar:

1. Entender as demandas do cliente moderno

A relação entre a empresa e o consumidor mudou radicalmente. As empresas de tecnologia como Google e Amazon têm liderado o caminho na criação de experiências personalizadas e individuais para cada cliente. De fato a  PwC descobriu que essas empresas de tecnologia mudaram a experiência do cliente tanto que milhões de consumidores disseram que considerariam a compra do seguro diretamente dessas entidades não-seguras.

A modernização de um sistema de composição de documentos antigo não deve apenas reduzir custos e assegurar que as comunicações com o cliente cumpram os requisitos regulamentares e de políticas regionais - que melhora a satisfação do cliente e oferecer novas oportunidades para mensagens de marca e precisão.

Um novo sistema de comunicações de seguros deve construir o caminho para as interações com os clientes nos próximos anos.

2. Construir e avaliar a arquitetura potencial

Seguradoras têm que mapear cuidadosamente todos os sistemas e processos antigos antes de fazer um plano para migrá-los. Depois de ter este plano detalhado, você pode começar a avaliar os fornecedores.

Como seria um sistema de documento de seguros moderno? Além das comunicações tradicionais estruturadas, como as contas e as declarações políticas, o sistema deve ser capaz de criar documentos on-demand em tempo real, permitindo a comunicação interativa e o crescimento exponencial de dados não estruturados. Um sistema que pode armazenar esses dados para uso posterior pode também garantir que as empresas de seguros tenham acesso a todas as informações no futuro.

3. As fases de modernização

Há cinco fases no document system legacy modernization: extração, conversão, importação, testar e implementar. O fornecedor que você escolher para renovar o seu sistema de documento de seguro deve seguir uma abordagem passo-a-passo e uma metodologia exata para realizar essa tarefa sem falhas.

Uma vez que, cada sistema de origem é diferente, cada um precisa ser projetado conforme a estrutura do documento e a lógica na qual irá funcionar melhor.

Uma vez que o fornecedor de software foi escolhido, desenvolva um plano de modernização formal que irá ajudá-lo na transição do hardware e do software antigo.

A manutenção de velocidade

A coisa mais importante que as empresas de seguros tem a fazer é agilizar o processo. A modernização de sistemas antigos pode ser uma tarefa estressante e tediosa, mas com o fornecedor certo e o sistema certo, muita coisa pode ser racionalizada.

Como outras indústrias se incomodam com a ruptura tecnológica, cabe a indústria de seguros ficar um passo à frente do jogo. Isso significa que a criação de novas soluções pode permitir que o tempo de lançamento no mercado seja mais rápido, aumentando o envolvimento com o consumidor e proporcionando uma experiência mais pessoal.