Estatuto do comitê executivo

O Comitê Executivo terá todo o poder e autoridade do Conselho de Administração na gestão dos negócios e assuntos da Empresa, mas o Comitê não terá poderes para:

1. Alterar o certificado de incorporação
2. Adotar um acordo de fusão ou incorporação
3. Recomendar aos acionistas a venda, o arrendamento ou troca de todos ou substancialmente todos os ativos e propriedades da empresa
4. Recomendar aos acionistas a dissolução do empreendimento ou a revogação de uma dissolução
5. Alterar o regimento interno
6. Declarar dividendos ou autorizar a emissão de ações

O Comitê será composto por no mínimo três diretores. Com exceção do CEO, que pode ser membro do Comitê, todos os membros do Comitê deverão ser independentes de acordo com as normas de independência estabelecidas pelo Conselho consistentes com as regulamentações dos estatutos e normas de listagem aplicáveis da Bolsa de Valores de Nova York. O Conselho nomeará os membros do Comitê anualmente, inclusive um Diretor para atuar como Presidente do Comitê após análise das indicações pelo Comitê de Governança.

Conforme permitido pelo Regimento Interno Alterado e Consolidado da Empresa, na ausência ou desqualificação de um membro do Comitê, os membros presentes em qualquer reunião e não impedidos de votar se eles constituem ou não um quórum podem nomear, por unanimidade, outro Diretor independente para atuar como membro do Comitê na reunião em lugar de qualquer membro ausente ou desqualificado.

Setembro de 2013